Delegado rechaça qualquer ligação entre o assassino de Marielle e a família Bolsonaro

FICA A DICA



O delegado Giniton Lages, da Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro, afastou a ligação entre a família do presidente Jair Bolsonaro e o policial militar reformado Ronnie Lessa, preso hoje suspeito de ser o autor dos disparos que mataram a vereadora carioca Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes. Lessa mora no mesmo condomínio onde Bolsonaro tem casa no Rio de Janeiro.

“O fato de ele morar no condomínio do Bolsonaro não diz muita coisa, não, para a investigação da Marielle”, disse Lages. “Isso nós imaginávamos que esse link fosse feito, mas ele não tem uma relação direta com a família Bolsonaro.” O delegado indicou que o tema deverá ser “enfrentado no momento oportuno”.

Flávio Bolsonaro disse a O Globo que o fato de um dos acusados de matar Marielle Franco morar no mesmo condomínio de Jair Bolsonaro não significa que haja associação entre os dois.

“Não forcem essa barra, que essa narrativa não vai colar com a gente. Forçação total de barra. Agora virou fator importante para o crime o cara [Ronnie Lessa] coincidentemente morar no condomínio dele? Essa narrativa não vai colar, não”, declarou o senador.

 



Unifarma

Buscar

Siga-nos

Enquetes

Nenhuma enquete encontrada.

TV Em Ação

Galeria

Áudios

Publicidades

Contato

(84) 9 9616-6425
adrianafirmino31@hotmail.com

Quem somos

O Blog Riachuelo em ação é voltado, principalmente, para um público que busca notícias e informações diferenciadas sobre os municípios da região Potengi, indicações, novidades, resenhas, ou até mesmo deixar sua opinião sobre nossas postagens.